Notícias do mercado imobiliário

Casa ou apartamento?

Casa e o apartamento têm suas vantagens e desvantagens, e todas devem ser levadas em consideração na hora de decidir qual comprar.


Grande parte das pessoas que vive de aluguel sonha em ter o imóvel próprio. Mas após levantar o dinheiro necessário, fica a dúvida: é melhor comprar casa ou apartamento?

É mais que natural que perguntas surjam, já que essa é uma grande decisão a ser tomada. Afinal, estamos falando da conquista de um novo lar. Por isso, é muito importante pensar nas vantagens e desvantagens de cada uma dessas opções antes de fazer sua escolha, o que diminui bastante a possibilidade de frustrações futuras.

Na prática, tanto a casa quanto o apartamento têm prós e contras. Neste post, pretendemos ajudar você a fazer suas escolhas de acordo com as características de cada uma dessas alternativas. Confira a seguir as vantagens e desvantagens de comprar uma casa ou um apartamento e decida-se de uma vez por todas.

A casa e o apartamento têm suas vantagens e desvantagens, e todas devem ser levadas em consideração na hora de decidir qual comprar

A casa, por exemplo, apresenta a grande vantagem do quintal, ótimo para quem tem crianças e animais de estimação. O apartamento, por sua vez, pode ou não permitir a permanência de animais e oferecer ótimas áreas de lazer para crianças e adultos.

Pode-se avaliar também a opção por condomínios de casas, que aliam diversas vantagens de casas e apartamentos.

Outra questão que você deve considerar é a quantidade de integrantes da família. Apartamentos são excelentes para quem está começando a vida de maneira independente ou construindo sua família. Isso acontece porque, geralmente, os apartamentos têm cômodos menores, no entanto, não têm um bom isolamento acústico entre as paredes das unidades.

Já as casas são perfeitas para famílias grandes, que gostam de recepcionar os amigos e familiares com frequência. A maioria das casas tem cômodos e até mesmo áreas de lazer maiores. E então, o que mais chama a sua atenção?

É natural ficar em dúvida a princípio, mas basta pensar com calma, analisando como será o seu futuro nesse novo lar, para chegar a uma conclusão.

Na hora de finalmente decidir, coloque no papel os prós e contras de cada um. Leve em consideração os custos que você terá. Apesar de as casas não terem taxa de condomínio, você deve arcar com outros custos e outras responsabilidades — a manutenção, por exemplo. Já em um apartamento, basta pagar o valor e ficar tranquilo.

Assim, é importante analisar o perfil de cada um ao decidir comprar casa ou apartamento.

A casa

De forma simples e direta, a casa normalmente é para quem:

  • quer maior liberdade, sem muitas restrições;
  • quer mais privacidade;
  • passa mais tempo em casa do que na rua;
  • não gosta de elevadores ou não pode usar escadas;
  • gosta do contato com a natureza e quer ter seu espaço para criar plantas e animais;
  • está sempre com portas abertas para amigos e reuniões com música e em alto som.

O apartamento

O apartamento é indicado para quem:

  • quer uma vida prática e um lugar fácil de cuidar;
  • preza pela segurança;
  • viaja muito;
  • deixa a moradia vazia a maior parte do dia;
  • gosta de animais pequenos e mais discretos;
  • não gosta ou não tem tempo de fazer manutenção da casa;
  • gosta de espaços menores e mais aconchegantes;
  • acredita que cuidar de quintal é trabalhoso.

Outros aspectos precisam entrar na conta: as distâncias do novo lar até o trabalho e a escola das crianças são exemplos. A segurança do bairro também pode ser um fator de peso em sua decisão. Há quem leve em consideração a decoração na hora de decidir. Uma dica é pensar nos móveis que você já tem ou nas mudanças que deseja fazer nos ambientes.

22/06/2022 Fonte: Rodobens